O que é uma VPN? (Tudo o que você precisa saber)

What is VPN?

De 2016 a 2018, o uso de VPNs cresceu impressionantes 165%. Na verdade, atualmente, cerca de 26% dos internautas dependem de VPNs (cerca de 1,1 bilhão de pessoas). Então, é seguro dizer que VPNs são mais populares do que nunca hoje em dia.

Ainda assim, as pessoas que não conhecem VPNs frequentemente nos fazem a mesma pergunta: “O que é uma VPN?” Além disso, vários usuários nos pediram para elaborar um artigo detalhando tudo que há para saber sobre VPNs. Então, decidimos criar este guia completo para você. Aqui está tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

O que é uma VPN?

Em termos simples, é um serviço online que pode ocultar o seu endereço IP para mascarar sua localização geográfica, e criptografar seus dados e tráfego online para protegê-los da fiscalização do governo, provedores de internet bisbilhoteiros e cibercriminosos.

O que significa a sigla VPN?

Bem, VPN é a sigla em inglês para Rede Virtual Privada, uma tecnologia que lhe permite configurar uma rede privada (que não é física – daí a palavra “virtual”) sobre uma pública (a Internet, neste caso).

VPNs corporativas versus pessoais

Para entender melhor o que é uma VPN, você precisa aprender a diferenciar VPNs corporativas das pessoais.

Em linhas gerais, uma VPN pessoal é um serviço oferecido por provedores de VPN – empresas terceirizadas que oferecem a funcionalidade da VPN para qualquer tipo de usuário online. O objetivo de VPNs pessoais é ajudar você – o usuário comum da internet – a navegar na web de forma segura, e contornar as restrições que você encontrar.

Por outro lado, uma VPN corporativa (também chamada de VPN de acesso remoto) é uma conexão VPN que grandes empresas configuram internamente. VPNs corporativas têm principalmente um objetivo – dar a funcionários, empresários e stakeholders acesso remoto seguro a dados da companhia.

O que é um provedor de VPN?

Um provedor de VPN é uma empresa terceirizada que oferece suas conexões VPN, através de aplicativos, criptografia, protocolos e servidores. Normalmente, você tem que fazer uma assinatura, mas algumas empresas oferecem seus serviços de graça.

Se você gostaria de saber mais sobre provedores de VPN, siga este link.

Como funciona uma VPN?

Dito de forma simples, no momento que você executa um cliente VPN e inicia uma conexão a um servidor VPN, o cliente vai começar a criptografar todo o tráfego que você envia ao servidor. Quando o cliente estabelece uma conexão com o servidor, seu endereço IP é substituído pelo endereço do servidor.

How does a VPN work diagram

Depois disso, o servidor descriptografa todos os dados que recebe de você e encaminha suas solicitações de conexão para o site que você quer acessar. Depois que o servidor recebe os dados solicitados (como uma página da web), ele os criptografa e encaminha para o cliente. Quando o cliente VPN em seu aparelho finalmente recebe o tráfego, ele o descriptografa para você.

Gostaria de saber mais sobre como VPNs funcionam? Aqui está um guia que escrevemos sobre esse tópico.

O que é um servidor VPN?

Um servidor VPN é um aparelho físico ou virtual que os provedores de VPN usam para oferecer seus serviços para os usuários. Eles conseguem fazer isso instalando o programa da VPN no servidor. Alguns provedores têm seus próprios servidores físicos, mas a maioria aluga servidores de alta segurança de centros de dados confiáveis. Servidores físicos de VPN são um pouco mais populares que os virtuais, mas são igualmente seguros, desde que sejam configurados corretamente.

Caso você queira saber mais sobre servidores VPN e como funcionam, confira este artigo.

O que é um cliente VPN?

Um cliente VPN é um programa que você instala em seu aparelho e usa para iniciar conexões para um servidor VPN. São responsáveis por criptografar o tráfego que você envia para o servidor, e descriptografar todos os dados que você recebe do servidor. A maioria dos clientes VPN também têm mais funcionalidades – como permitir que você alterne entre protocolos de VPN, escolha diferentes portas e ative ou desative recursos adicionais (como um Kill Switch).

É importante diferenciar entre clientes VPN embutidos e clientes terceirizados. A VPN embutida ou integrada é programa nativo que vem pré-configurado em seu sistema operacional (como o cliente VPN do Windows 10). A VPN terceirizada são aplicativos que você obtém de provedores de VPN terceirizados. 

Por exemplo, veja como é a aparência de um aplicativo da CactusVPN:

CactusVPN app

Para saber mais sobre clientes VPN, siga este link.

O que é um protocolo de VPN?

Protocolos de VPN são conjuntos de instruções e de regras que os provedores e VPNs usam para assegurar que as conexões que seus usuários utilizam são estáveis e seguras. A força de um protocolo vai influenciar no nível de segurança da conexão VPN.

O que é o tunelamento da VPN e como funciona

Uma VPN é simplesmente a conexão criptografada entre seu aparelho e a internet, que um serviço de VPN configura para você. Quanto a como um túnel de VPN funciona, ele basicamente encapsula seu tráfego em pacotes de dados criptografados. Isso significa que o “túnel” é a camada de criptografia que as VPNs adicionam a suas conexões. Além disso, as VPNs usam protocolos de tunelamento (conhecidos como protocolos de VPN) para configurar e otimizar ainda mais as conexões.

O que é a criptografia da VPN?

A criptografia da VPN é como os serviços de VPN convertem seu tráfego e dados (que pode ser vistos por qualquer pessoa) em um formato ilegível. Depois de serem criptografadas, apenas um servidor e um cliente VPN podem descriptografar as informações.

Então, o que uma VPN realmente faz?

Agora que você já sabe o que é uma VPN, é hora de dar uma olhada no que ela realmente pode fazer por você. 

Estes são os principais benefícios de usar uma: 

  1. Maior segurança online. De modo que não terá mais que se preocupar sobre cibercriminosos monitorando o que você faz e roubando seus dados.
  2. Você conseguirá contornar qualquer restrição que encontrar – tanto firewalls quanto bloqueios geográficos – já que a VPN vai esconder seu endereço IP.
  3. Com uma VPN, você poderá fortalecer significativamente sua privacidade online, garantindo que seu provedor, órgãos de fiscalização do governo e anunciantes não conseguirão monitorar seus hábitos online.
why do people use vpn

Caso você queira saber mais informações sobre as vantagens de usar VPNs, confira nosso guia aprofundado.

Quanto a quando usar uma VPN, qualquer uma das seguintes situações é adequada:

Uma VPN não ajudará você a fazer isto:

Como qualquer serviço, uma VPN tem as suas limitações. É importante conhecê-las, já que será mais fácil para você decidir se este é o serviço certo para você. Então, aqui está o que você não deveria esperar que um serviço de VPN seja capaz de fazer por você:

  • Protegê-lo da lei – Não estamos dizendo de forma alguma que você é um criminoso ou algo assim, mas você precisa entender que não pode usar VPNs para fazer nada que possa ser ilegal em seu país (como bullying ou assédio online, por exemplo). Também tenha em mente que, dependendo das leis do país onde o provedor da VPN está localizado, as autoridades oficiais podem ser capazes de obrigar juridicamente o provedor a compartilhar dados dos usuários com eles.
  • Manter você a salvo de malware e de vírus – VPNs simplesmente não são projetadas para proteger seu aparelho e sistema operacional de malware e infecções por vírus. É por isso que você sempre deve usar um programa antivírus/antimalware confiável juntamente com uma VPN.
  • Tornar você 100% anônimo online – Uma VPN pode criptografar muitos dos seus dados e tráfego online, sim, mas ela simplesmente não pode tornar você “invisível” na web. O serviço não pode evitar que sites coloquem cookies em seu aparelho, descubram que tipo de aparelho ou resolução de desktop você tem, ou ver que tipo de GPU você tem ou qual sistema operacional utiliza.

Uma VPN é segura?

Essa não é uma pergunta fácil de responder. A verdadeira resposta é “Isso depende”.

Do quê? Bem, do tipo de padrões de criptografia ou de protocolos de VPN que o provedor de VPN usa, para começar. Por exemplo, uma VPN que só oferece conexões PPTP não é segura, já que o tráfego PPTP pode ser descoberto pela NSA.

Por cima disso, quantos dados do usuário o provedor da VPN registra também é importante. E também o país onde fica sua sede. Afinal, se o provedor está localizado em um país onde são legalmente obrigados a compartilhar dados do usuário com o governo (como a Rússia), você dificilmente poderá aproveitar algum nível de privacidade online.

Em geral, a melhor forma de dizer se uma VPN é segura é se o provedor:

  • Usa uma poderosa criptografia (como as cifras AES de 128/256 bits).
  • Usa protocolos seguros – como o OpenVPN, SoftEther e o IKEv2
  • Deixa claro que eles não mantêm registros dos dados do usuário.
  • Tem sua sede em um país que tem rígidas leis centradas na privacidade, ou não faz parte de nenhum acordo de inteligência de compartilhamento de dados (como Gibraltar, Suíça ou Moldávia).
  • Oferece um Kill Switch, que garante que seu tráfego é interrompido se sua conexão VPN cair.

VPNs são legais?

Na maioria dos países do mundo, usar uma VPN é perfeitamente legal. Você pode baixar e instalar livremente clientes VPN em seus aparelhos, e usá-los para proteger suas conexões e desbloquear conteúdo online.

Are VPNs Legal?

Mas existem algumas exceções. Nos seguintes países, usar uma VPN é ou ilegal ou você só pode usar uma aprovada pelo Governo:

  • China
  • Rússia
  • Omã
  • Os EAU (Emirados Árabes Unidos)
  • Irã
  • Iraque
  • Turquia
  • Bielorrússia (Belarus)
  • Turcomenistão
  • Uganda
  • Coreia do Norte
  • Egito

É claro que, só porque o uso de uma VPN é contra a lei ou regulamentada nesses países, isso não significa que usuários online não encontrem formas de contornar restrições oficiais e usar livremente uma VPN de toda forma.

Para saber mais sobre esse assunto, por favor, leia este artigo.

Como obter uma VPN

Obter uma VPN é bem simples. Tudo o que você precisa fazer é encontrar um provedor do qual você goste, escolher um de seus planos, e configurar uma conta. Depois que terminar, é só baixar e instalar o aplicativo de VPN do provedor.

Quanto custa uma VPN?

Uma assinatura de VPN pode custar apenas entre US$4 e US$5 ao mês ou até US$12 a US$13 ao mês. Geralmente, quanto mais servidores, recursos, serviços extras e aplicativos compatíveis com várias plataformas o provedor oferece, mais eles precisarão cobrar por mês para cobrir os custos. 

Geralmente, você pode obter bons descontos se escolher uma assinatura anual ou trimestral – como pagar apenas US$4 por mês, ao invés de US$7.

Como escolher uma VPN – Sinais de alerta a observar

Escolher o provedor de VPN certo depende de suas preferências. Ainda assim, estes são alguns sinais de alerta que devem ajudar você a eliminar os provedores ruins:

  • Limites de dados, limitação de banda larga ou qualquer tipo de limitação de banda larga e de velocidade. 
  • Qualquer tipo de registro de dados – especialmente se inclui registros de uso.
  • Suporte ao cliente limitado, ou nenhum método direto para contactar as equipes de suporte se algo der errado.
  • Falta de criptografia adequada, e acesso apenas a protocolos fracos (como o PPTP e o L2TP).
  • A presença de anúncios nos clientes.
  • Qualquer tipo de limitação em relação a quantos servidores você pode se conectar, ou quão frequentemente você pode trocar de servidores.
  • Falta de um período gratuito tutorial, ou qualquer garantia de reembolso.

Você precisa de uma VPN confiável?

Temos o que você precisa – a CactusVPN oferece uma VPN de ponta com criptografia de nível militar, suporte 24h por dia, 7 dias por semana, um Kill Switch, mais de 30 servidores de alta velocidade com banda larga ilimitada, e até seis protocolos de VPN dentre os quais escolher. Além disso, não registramos nenhum de seus dados, e nosso serviço funciona em várias plataformas.

CactusVPN

E se você quiser experimentar outras maneiras de desbloquear sites, também oferecemos um serviço de Smart DNS que desbloqueia mais de 320 sites para você. E todos os nossos servidores VPN também funcionam como servidores proxy.

Oferta especial! Obtenha o CactusVPN por $ 3.5 / mês!

E assim que você se tornar um cliente CactusVPN, ainda teremos sua garantia de devolução do dinheiro por 30 dias.

Economize 64% agora

“Como consigo uma VPN de graça?”

Bem, tudo o você precisa fazer é escolher um provedor de VPN gratuito. Mas leve em conta que VPNs gratuitas são muito mais arriscadas que as pagas. Você pode ter sua banda larga roubada, seu aparelho pode ser infectado com malware e muito mais.

Em geral, a melhor maneira de obter uma VPN gratuita é escolher um provedor que ofereça um período de teste grátis. Assim, você pode testar o serviço antes de pagar alguma coisa.

“Posso aprender a configurar minha própria VPN?”

Sim, se você tiver a paciência. Primeiro, você terá que conseguir um servidor. Você pode alugar um bom e dedicado de centros de dados. Dependendo de suas necessidades, pode ter que pagar entre US$15 e US$100 ao mês. Você deve escolher um servidor virtual, já que normalmente eles são mais baratos.

VPN features

Em seguida, você pode tentar usar os scripts Algo VPN de código aberto para instalar as dependências do seu aparelho. As instruções de instalação podem ser encontradas bem aqui. É conveniente usar os scripts Algo VPN porque eles automatizam o processo de instalação da VPN. Além disso, se você usa o DigitalOcean, os scripts vão até criar e configurar o servidor para você, já que a Algo VPN usa o API da plataforma.

Ou você pode tentar usar o SoftEther VPN ou OpenVPN para configurar suas conexões.

Ainda assim, tenha em mente que configurar sua própria VPN tem suas desvantagens:

  • Configurar a VPN sozinha pode ser bem difícil, se você não tem muita familiaridade com tecnologia (mesmo com a Algo VPN, muito fácil de usar). E se você tentar configurar uma conexão OpenVPN ou SoftEther, as coisas podem ficar ainda mais complexas.
  • Você terá que lidar com limitações quando quiser desbloquear conteúdo. Afinal, não terá acesso a dúzias de servidores ao redor mundo. Você pode alugar mais servidores de diferentes regiões, é claro, mas pode ficar caro.

Já que você será o principal usuário no endereço IP do seu servidor, não terá os mesmos recursos centrados em privacidade que usuários de VPN com endereços IP compartilhados obtêm.

Como usar uma VPN

Usar uma VPN é muito simples. 

  1. Primeiro, você precisa criar uma conta com um provedor de VPN ou conseguir seu próprio servidor dedicado. 
  2. Em seguida, só precisa baixar e instalar o cliente VPN, executá-lo e conectar-se a um servidor VPN de sua escolha (ou seu próprio servidor).
  3. É isso – depois que um cliente estabelecer uma conexão ao servidor, está tudo pronto.

Dependendo do provedor de VPN, você pode ser capaz de ajustar suas configurações de conexão antes de se conectar a um servidor – como escolher qual protocolo de VPN usar, se quer usar a proteção contra vazamento de DNS, e se quer ou não recursos como o Kill Switch e a reconexão automática ativados. Esses são apenas alguns exemplos – existem muitos outros recursos que você pode ajustar quando utilizar um cliente VPN.

Em quais plataformas as VPNs funcionam?

VPNs são bem flexíveis quando se trata de compatibilidade entre várias plataformas. Elas funcionam na maioria das plataformas mais usadas, como o Windows, macOS, iOS e Android. Mas conexões VPN podem normalmente ser configuradas ou instaladas em outras plataformas, como:

  • Distribuições Linux (como o Ubuntu)
  • Android TV
  • Amazon Fire TV
  • Navegadores (Firefox, Google Chrome)
  • Windows Phone
  • Boxee Box
  • Chromebook
  • FreeBSD
  • Solaris
  • Leitores digitais (como o Kindle Fire)
  • BlackBerry
  • Synology NAS

Mas algumas plataformas não oferecem suporte nativo para VPNs. Por exemplo, você não pode configurar diretamente uma conexão VPN num console do PlayStation, alguns tipos de smart TVs ou em um set-top box. Nessas situações, você precisa configurar uma conexão VPN em seu roteador. Assim, qualquer aparelho conectado à internet que tiver em casa usará a conexão VPN sempre que acessar a internet pelo seu roteador.

Você pode obter um roteador compatível com uma VPN em várias lojas, mas eles podem ser bem caros. A melhor opção é obter um roteador flashed, ou flash o firmware do seu roteador, e configurar sua VPN nele depois. O processo pode ser um pouco complexo, mas se o seu provedor oferece tutoriais passo a passo, não deve ser muito difícil.

“Como eu sei se minha VPN está funcionando?”

A maneira mais fácil de testar se sua conexão VPN está funcionando ou não é usar sua própria ferramenta de detecção de IP. Acesse um site quando você estiver conectado a um servidor VPN e veja qual endereço IP é exibido – o seu verdadeiro, ou o do servidor.

Test IP Leaks

Para se certificar ainda mais, você pode tentar as seguintes ferramentas:

  • IPLEAK.NET – Testa se seu IP vaza enquanto você usa uma VPN.
  • DNSLeakTest – Examina se sua conexão VPN sofre vazamentos de DNS ou não.

WebRTC Leak Test – Garante que sua conexão VPN não tem a tendência de vazamentos por WebRTC.

Para um guia mais aprofundado sobre como garantir que sua VPN está funcionando bem, siga este link.

“Por que minha VPN é tão lenta?”

É importante entender que uma VPN pode deixar sua conexão mais lenta. Isso acontece principalmente por causa da criptografia da VPN – especialmente se for uma muito forte. A potência da sua CPU, a distância entre você e o servidor que você está usando e a velocidade original de sua internet também contribuem para o quanto uma VPN pode tornar suas velocidades mais lentas.

Se você quiser saber mais sobre esse assunto, confira este guia.

Você deveria usar uma VPN ao baixar torrent?

Já mencionamos que você pode usar uma VPN quando baixar torrent, mas aqui estão as principais razões pelas quais é uma boa ideia fazer isso:

  • Pode proteger você de notificações da DMCA (Lei dos Direitos Autorais do Milênio Digital), e evitar que seu provedor de internet encerre seu contrato.
  • Baixar torrenting com uma VPN protege sua privacidade dos outros usuários do Swarm (número total de uploaders/downloaders em um torrent) já que ninguém pode ver seu endereço IP verdadeiro.
  • É extremamente útil durante viagens. Hotéis podem expulsar você da rede se lhe pegarem executando clientes torrent ou baixando arquivos torrent, então, usar uma VPN pode ajudar você a permanecer fora de visão.

AVISO LEGAL: Nós, da CactusVPN, não encorajamos nem defendemos o torrent ilegal ou a violação de direitos autorais. Mas estamos cientes de que muitas pessoas ao redor do mundo só podem ter acesso ao entretenimento, arquivos profissionais ou acadêmicos, ou aos programas de que precisam, através do torrent.

“O que o meu provedor vê quando uso uma VPN?”

Basicamente, desde que você use uma VPN que ofereça uma poderosa criptografia, seu provedor não poderá ver o que você faz na internet. Eles não saberão quais sites você acessa, quais arquivos você baixa, ou a quais vídeos assiste. Só verão coisas ilegíveis.

Suerveillance

As únicas coisas que seu provedor pode ser capaz de ver são:

  • Que você está conectado a uma VPN. Seus dados não dirão isso a eles imediatamente, mas eles podem adivinhar com base no fato do seu tráfego estar criptografado.
  • O timing da sua conexão VPN. 
  • O endereço IP do servidor VPN ao qual você está conectado.
  • A quantidade de dados que você envia e recebe, mas não quais dados.

É exatamente por isso que muitas pessoas usam VPNs para contornar a limitação de banda larga realizada pelos provedores.

Por que a Netflix bloqueia VPNs?

A Netflix tem tentado bloquear VPNs desde 2016. Ela teve algum sucesso, já que a plataforma conseguiu pôr na lista negra alguns provedores.

Mas por que a Netflix foca tanto em VPNs? Principalmente porque a plataforma não detém os direitos de todo o conteúdo que exibe. Além disso, para transmitir programas e filmes ao redor do mundo, a Netflix e os detentores dos direitos autorais precisariam comprar direitos de licença. E isso pode ser extremamente caro, então, não surpreende que a Netflix e os detentores de direitos autorais do conteúdo que ela exibe não queiram que o conteúdo dos EUA estejam disponíveis no mundo inteiro.

Portanto, o bloqueio de VPNs da Netflix é basicamente a tentativa da empresa de respeitar todos os acordos de licenciamento que ela tem com estúdios e redes de filmes e programas de TV.

netflix overseas

Como a Netflix consegue bloquear algumas VPNs? Dito de forma simples, ela usa métodos de detecção avançados para identificar usuários de VPN. Já que vários provedores oferecem endereços IP compartilhados, a plataforma pode ver se muitos dados e solicitações estão vindo de um endereço específico. Quando os servidores da Netflix descobrem que um endereço IP pertence a um provedor de VPN, eles o colocam numa lista negra.

Às vezes, a Netflix pode bloquear endereços IP em massa, já que alguns provedores de VPN os compram assim. Mas isso pode frequentemente sair pela culatra, já que a plataforma pode terminar bloqueando endereços IP individuais que pertencem a seus usuários. 

É claro que isso não significa que todos os provedores de VPN que a Netflix consegue bloquear permanecem assim. Muitos provedores constantemente desenvolvem soluções alternativas, então, a Netflix não é constantemente inacessível a usuários de VPN.Mas se você realmente quiser garantir que terá acesso ininterrupto à Netflix, deve escolher um provedor que não ofereça apenas serviços de VPN, mas também de proxy e Smart DNS. Assim, você terá várias formas de desbloquear a Netflix. E se, de repente, a Netflix bloquear algum serviço, você terá um (ou dois) “planos B”.

O que é o suporte para VPN dupla?

O suporte para VPN dupla significa que o provedor lhe permite usar dois servidores VPN ao mesmo tempo. Essencialmente, seu tráfego e dados são protegidos duas vezes – uma pelo primeiro servidor VPN e outra vez pelo segundo servidor.

Alguns usuários online preferem esse tipo de conexão VPN, já que oferece maior privacidade (o segundo servidor não vai saber qual seu verdadeiro endereço IP), e maior segurança (a cada nova conexão, é adicionada uma nova camada de criptografia).

Mas VPNs duplas afetam demais suas velocidades online e a memória do sistema. É bem fácil terminar com uma conexão lenta se as conexões não foram configuradas corretamente, e se sua banda larga e CPU não puderem lidar com elas.

Quer saber mais sobre VPNs duplas, VPNs multihop e chains? Confira este guia.

O que é uma VPN? Conclusão

Então, o que é uma VPN?

Para dizer de forma simples, é um serviço que ajuda você a esconder seu endereço IP e protege seu tráfego e dados online. É claro que ela faz muito mais do que isso, mas essa é a ideia principal.

Tentamos responder a todas as perguntas relevantes em que pudemos pensar neste artigo. Mas se há outras coisas que você gostaria de saber sobre VPNs, escreva nos comentários, e tentaremos responder o quanto antes.

Posted on
Por
Tim escreve profissionalmente há mais de quatro anos e produz conteúdo específico sobre VPN, privacidade online e cibersegurança há mais de dois anos. Ele gosta de saber as últimas novidades sobre privacidade na internet, e de ajudar as pessoas a encontrarem novas formas de proteger seus direitos online.